Projetos de Encomendas Tecnológicas (ETECs) e Compras Públicas de Inovação (PPIs)


As alterações da Lei de Inovação (Lei no 13.243, de 2016) e seu decreto (Decreto n.o 9.283/2018), assim como do Marco Legal das Startups (Lei Complementar no 182, de 2021) trouxeram para o Brasil a possibilidade de operar instrumentos orientados pela demanda, as Encomendas Tecnológicas (ETECs) e Compras Públicas de Inovação (PPIs).
As compras públicas correspondem, mundialmente, à cerca 15% do PIB global, ou seja US$ 10 trilhões. Diversos países estão adotando uma política de aplicação de 2 a 3% desse valor em PPIs, o que corresponderia a mais de R$ 10 bilhões no caso brasileiro.
Estudo da OCDE de 2018 identificou que os três principais desafios para adoção das ETECs e PPIs (Aversão ao risco, gestão/coordenação e competência/efetivo/habilidades) são ligados à cultura e falta de capacitação dos atores envolvidos.
O Workshop “Projetos de Encomendas Tecnológicas e Compras Públicas de Inovação” busca desmistificar o uso desses instrumentos, e orientar os profissionais já envolvidos ou interessados sobre as ferramentas e caminhos para se proveitar essa enorme oportunidade que se abre no Brasil.

OBJETIVOS DO WORKSHOP
Ao final do Workshop aluno estará preparado para:
• Entender e avaliar demandas que envolvam projetos de encomendas tecnológicas (ETECs) e compras públicas de
inovação (PPIs).
• Avaliar oportunidades de inovação para produtos e serviços públicos e entender a lógica governamental para aquisição de ETECs e PPIs.
• Estabelecer novas possibilidades de processos e padrões de análise para áreas de compras públicas.
• Compreender os riscos inerentes aos processos de aquisição de inovações.
• Entender o processo de planejamento, contratação e acompanhamento de ETECs e PPIs.
• Compreender quem são e qual a relação dentre atores,
estrutura e processos e precificação ligados a ETECs e PPIs.

PÚBLICO-ALVO
• Gestores, assessores e tomadores de decisão das três esferas governamentais: federal, estadual e municipal.
• Servidores públicos ligados as área de compras ou que estejam buscando inovações no serviço público (Govtechs).
• Provedores de produtos/serviços públicos de diversas naturezas.
• Fornecedores de soluções para o Governo (nas três esferas: federal, estadual e municipal).
• Outros atores ligados ao processo de compras públicas e parcerias em C,T&I.

CARGA HORÁRIA
8 horas

INVESTIMENTO
R$ 600,00 à vista

PROFESSOR
Hudson Mendonça é Economista pelo IE/UFRJ, Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ e Doutor em Administração pela PUC-Rio, foi Superintendente da Finep, Subsecretário e Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Coordenador Metodológico do Ranking 100 Startups to Watch da Editora Globo (Pequenas Empresas Grandes Negócios, Época Negócios e Valor), foi mentor e avaliador de mais de 100 startups em programas como Inovativa, Hacking.Rio, 100 Open Startups, Nasa Space Apps, etc e ex-Diretor do Comitê de Cleantech da Abstartups. Atualmente é o líder do Programa de Aceleração de Regiões Empreendedoras do MIT (MIT REAP) no Rio de Janeiro, professor de Corporate Venture na PUC-Rio e Coordenador e Pesquisador do LabrInTOS da COPPE/UFRJ.
Data de publicação: 28 de julho de 2022
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com estas condições, e, com nossa Política de Privacidade. Consulte nossa Política de Privacidade.